Um novo nível de planejamento de mercadorias: do BI à automação do gerenciamento de categorias

trends
  • 29 de mai de 2023
  • 10 min read
Cover: Um novo nível de planejamento de mercadorias: do BI à automação do gerenciamento de categorias

O uso de software de automação de planejamento de mercadorias está crescendo em popularidade. De acordo com o Global Retail Analytics Market Research Report, de um valor de mercado atual de mais de US$ 3 bilhões, esse setor aumentará para mais de US$ 6 bilhões até 2032. O software especializado permite que os gerentes de categoria avaliem diferentes sortimentos de produtos, estratégias de preços e promoções para determinar a melhor abordagem para as vendas e a lucratividade da categoria.

Entretanto, muitos especialistas ainda usam sistemas de Business Intelligence, concentrando-se exclusivamente na análise de categorias. Já os softwares modernos (por exemplo, o Desempenho do Sortimento da LEAFIO) dependem menos da qualidade dos dados, adaptam-se às necessidades dos negócios e até fornecem dicas. Ele permite que você não apenas analise, mas também trabalhe com a formação de categorias, agrupamento de lojas, alteração de status de SKU, etc. Isso explica a relevância da transição evolutiva do Business Intelligence para sistemas automatizados.

RECURSOS DO SISTEMA DE BI QUE GERENCIAM CATEGORIAS

Os sistemas de Business Intelligence (BI) podem ser úteis para os gerentes de categoria que são responsáveis por analisar as vendas e distribuir os produtos em uma determinada categoria. Mas, além de suas vantagens, eles também têm desvantagens significativas.

Prós:

  • O BI permite que os gerentes de categoria acessem uma grande quantidade de dados de várias fontes para uma análise mais objetiva e abrangente;
  • O sistema fornece análise de vendas, distribuição e outros indicadores críticos com atualizações, em média, uma vez por dia. Isso permite decisões rápidas e bem informadas sobre o desenvolvimento da categoria;
  • Com a ajuda do BI, os gerentes de categoria podem receber dados de forma compreensível e acessível, o que possibilita a compreensão e a análise de informações complexas.

Contras:

  • A implementação do BI é bastante complexa e requer recursos financeiros e técnicos significativos. Além disso, é necessário preparar os dados e verificar sua qualidade antes de serem exibidos no sistema;
  • Alguns sistemas são limitados: eles só podem trabalhar com uma determinada quantidade de dados ou variáveis para análise;
  • Mesmo que o sistema tenha acesso a uma grande quantidade de dados, o resultado depende da qualidade. Caso contrário, as conclusões do BI serão errôneas;
  • Os gerentes de categoria podem precisar de treinamento adicional para entender e usar o sistema de forma eficaz;
  • Para que o BI seja útil, ele deve ser integrado a outros sistemas (por exemplo, gerenciamento de armazém ou de produção). Em alguns casos, isso não é uma tarefa fácil.

VAMOS OLHAR COM ATENÇÃO AS ESPECIFICIDADES DO USO DO BI PARA GERENTES DE CATEGORIA

1. Trabalhar com vários relatórios

Os especialistas têm acesso a vários relatórios para ajudá-los a acompanhar as vendas e a distribuição dos produtos em sua categoria. No entanto, lidar com um grande número de relatórios pode ser um desafio, pois o gerenciamento eficaz de categorias exige não apenas a coleta de dados, mas também a realização de pesquisas aprofundadas sobre as relações de causa e efeito.

Os gerentes de categoria precisam dedicar muito tempo e esforço à procura de indicadores que apontem áreas problemáticas na categoria. Portanto, se um especialista perceber uma queda nas vendas em uma determinada loja, ele deve analisar independentemente o que afeta isso: preço, qualidade do produto, concorrência, esforços de marketing ou outros fatores.

2. Falta de flexibilidade

Nem todos os produtos de BI podem ser personalizados de acordo com as necessidades de cada usuário: na maioria dos casos, os varejistas têm apenas um determinado número de relatórios predefinidos.

Portanto, os gerentes de categoria geralmente exportam os relatórios existentes no formato Excel para visualizar as métricas em um formato conveniente para eles e usar suas funções favoritas (como VLOOKUP). Entretanto, essa prática pode tornar a análise de métricas rotineira e complexa (especialmente se os relatórios tiverem de ser inseridos manualmente no Excel com regularidade).

Isso torna a análise de métricas um processo complicado e improdutivo. Um risco adicional são os erros que um especialista pode cometer ao transferir dados de um relatório para o Excel.

3. A necessidade de parâmetros claros

Os sistemas de BI usam parâmetros para analisar dados e fornecer recomendações. Se eles não forem relevantes ou não levarem em conta todos os aspectos, os resultados da análise poderão ser incompletos ou até mesmo incorretos.

Por exemplo, se um sistema de BI usar apenas o número de vendas como parâmetro para determinar o sucesso de um produto, os resultados serão imprecisos porque não levarão em conta quanto foi gasto em marketing ou quais promoções foram realizadas. Portanto, é essencial predefinir todos os indicadores para análise e verificá-los periodicamente para garantir a atualidade.

4. Dependência da qualidade dos dados

A qualidade e a precisão dos dados são essenciais para a operação eficaz dos sistemas de BI no gerenciamento de categorias. Informações irrelevantes ou errôneas levam a conclusões e recomendações incorretas sobre a linha de produtos. Isso, por sua vez, tem um impacto negativo sobre o desempenho e, portanto, os dados usados no sistema de BI devem ser verificados. Também vale a pena atualizar constantemente o sistema para garantir a relevância.

5. Falta de contexto

Os sistemas de BI geralmente se baseiam em dados numéricos e estatísticas, portanto, são um pouco limitados em suas conclusões. Por exemplo, eles podem não considerar as pressões da concorrência, a mudança de atitude dos consumidores em relação às marcas, várias tendências de consumo ou outros fatores que afetam o gerenciamento de categorias.

Isso leva a decisões que não levam em conta o contexto e, como resultado, podem ser incorretas ou ineficazes. Por exemplo, se o sistema de BI mostra um aumento nas vendas de um determinado produto, mas não leva em conta que isso é resultado de uma promoção temporária ou de uma mudança de preço de um concorrente, o gerente pode tomar a decisão errada de aumentar o estoque desse produto.

É essencial lembrar que os sistemas de BI oferecem apenas uma visão limitada, e um especialista deve determinar de forma independente um conjunto de ações adicionais, considerando o contexto completo.

6. Isso é apenas análise

A gestão de sortimento é um processo complexo que envolve muitas etapas: planejamento de sortimento, análise de vendas, desenvolvimento de estratégias e táticas, controle de vendas, etc. Um sistema de BI pode ajudar no planejamento dessas etapas. No entanto, é essencial entender que ele não substitui o conhecimento e a experiência dos gerentes de categoria, mas serve apenas como uma ferramenta para apoiar e facilitar o trabalho deles.

Há alguma solução no mercado que aumente a eficiência e a precisão das previsões para os gerentes de categoria? Vamos discuti-las na próxima seção.

Gerenciamento de categorias com software de planejamento de mercadorias 

O software de planejamento de mercadorias permite que os gerentes de categoria realizem vários experimentos com sortimentos e estratégias para determinar a melhor abordagem para aumentar as vendas e a lucratividade. Por exemplo, eles podem avaliar opções de preços e promoções para encontrar o melhor plano para cada categoria de produto.

Além disso, o software dá acesso a dados sobre vendas, estoque e outros fatores, o que permite análises mais precisas e decisões informadas sobre o gerenciamento de sortimento.

Há várias soluções de software robustas no segmento de planejamento de mercadorias. Por exemplo, o Desempenho do Sortimento da LEAFIO ajuda a o gerente da categoria a gerenciar seu sortimento e aumentar as vendas e a lucratividade de forma eficaz.

Vamos analisar os recursos do uso de sistemas de planejamento de mercadorias no gerenciamento de categorias no exemplo do Desempenho do Sortimento da LEAFIO.

1. Trabalhar com todos os aspectos do planejamento de mercadorias em um único sistema

A digitalização dos aspectos de gerenciamento de sortimento em um sistema pode ser útil para os gerentes de categoria, pois permite que eles trabalhem com todos os níveis de categoria em um só lugar. Isso significa que um especialista pode:

  • planejar e acompanhar o desempenho da categoria;
  • monitorar o status dos estoques, ter dados de vendas;
  • armazenar informações importantes sobre o desempenho de cada SKU em um único sistema.

Esse sistema permite que você realize operações de forma conveniente e rápida: desde o planejamento global da representação da categoria até informações mais detalhadas sobre cada SKU. Por exemplo, um especialista pode visualizar dados sobre as vendas de uma determinada categoria em diferentes lojas e mercados, pesquisar o comportamento do consumidor, analisar tendências de mercado e muito mais.

Esse sistema permite que você mantenha um melhor controle sobre as categorias e acompanhe sua dinâmica, o que pode ajudá-lo a tomar decisões eficazes. Entretanto, é essencial lembrar que a automação não pode substituir a experiência e a intuição humanas. Portanto, o gerente deve continuar sendo um usuário ativo do sistema para entender e analisar os dados recebidos.

2. Flexibilidade do sistema

O software de planejamento de produtos permite que os gerentes de categoria testem diferentes estratégias e abordagens de gerenciamento de sortimento de forma eficaz. Isso permitirá que eles respondam rapidamente às mudanças nas condições de mercado e às estratégias de adaptação para obter melhores resultados.

Por exemplo, o Desempenho do Sortimento ajuda os profissionais a avaliar sortimentos de produtos, estratégias de preços e promoções para determinar a melhor abordagem para aumentar as vendas e a lucratividade das categorias.

Essa solução não está disponível apenas para grandes empresas. Os produtos modernos de planejamento de mercadorias também são voltados para o segmento de pequenas e médias empresas, que representaram mais de 60% do mercado em 2022. Essas empresas agora podem usar o software de gestão de estoque para otimizar as operações de armazenamento e distribuição e obter uma vantagem competitiva.

3. Dicas de sistema

Uma das principais vantagens do software de planejamento de mercadorias é a capacidade de obter dicas e recomendações para otimizar uma categoria de produtos. O sistema pode analisar dados sobre vendas, custos, preços e outros fatores e recomendar mudanças que podem melhorar o desempenho da categoria. Isso permite que os especialistas se concentrem nos aspectos estratégicos do trabalho com o sortimento, em vez de analisar constantemente os dados e desenvolver suas recomendações.

As dicas podem abranger os seguintes aspectos do gerenciamento de sortimento:

  • otimização do mix de produtos;
  • preços;
  • promoções;
  • formação de grupos de sortimento, etc.

Com isso, os gerentes de categoria podem implementar mudanças na categoria com mais rapidez e eficiência. Isso cria um ambiente potencial para aumentar as vendas e a lucratividade.

Em particular, entre os softwares especializados em planejamento de mercadorias, somente o Desempenho do Sortimento pode oferecer dicas sobre o que mudar para melhorar o desempenho financeiro, tornando assim o trabalho do gerente de categoria mais eficiente.

4. Melhor adaptabilidade às necessidades da empresa

As soluções de planejamento de mercadorias são projetadas com as necessidades comerciais em mente e podem fornecer conclusões adaptadas a situações específicas. Por exemplo, o sistema pode sugerir a reposição de um item popular que está se esgotando rapidamente ou o aumento do estoque durante uma promoção.

Além disso, as soluções de automação de gerenciamento de categorias podem ser mais flexíveis do que os sistemas de BI. Os sistemas de BI geralmente são adequados para análises e relatórios gerais, mas nem sempre podem considerar as especificidades do negócio e as categorias de produtos individuais. Entretanto, a automação de sortimento pode ser personalizada para necessidades comerciais e categorias de produtos específicas, o que garante uma melhor adaptação aos requisitos da empresa. Por exemplo, o Desempenho do Sortimento foi projetado para atender a diferentes especificidades comerciais e oferecer soluções adaptadas a situações específicas.

5. Menor dependência da qualidade dos dados

As ações dos gerentes de categoria afetam significativamente o desempenho financeiro de uma empresa. Portanto, a precisão e a confiabilidade dos dados nos quais as decisões se baseiam são fundamentais. O software de planejamento de mercadorias é baseado em algoritmos que permitem corrigir e limpar os dados antes de usá-los, reduzindo, assim, o impacto de erros e imprecisões.

Conforme mencionado acima, a qualidade dos dados é fundamental no BI. Caso contrário, os resultados serão muito gerais ou incorretos. Assim, o uso de sistemas de automação de sortimento reduz a dependência da qualidade dos dados e permite que os gerentes de categoria implementem decisões mais precisas e confiáveis. Em particular, o Desempenho do Sortimento pode corrigir e processar os dados antes que eles sejam usados, o que reduz a probabilidade de análises errôneas.

6. Alto nível de eficiência

A automação do gerenciamento de categorias com soluções exclusivas de planejamento de mercadorias ajuda os gerentes de categoria a obter alta eficiência. Isso pode incluir:

  • automação dos processos de monitoramento de vendas e estoque;
  • previsão de demanda, otimização de sortimento e suporte à tomada de decisões sobre preços.

Isso cria as condições para aumentar as vendas e os lucros por meio de um melhor entendimento e atendimento das necessidades dos clientes. Por exemplo, as empresas que investiram em tecnologia de previsão de demanda alcançaram 90% de precisão em comparação com a previsão manual, que tem apenas 60% de precisão.

AI-POWERED PARA REABASTECIMENTO AUTOMÁTICO

Atenda sempre à sua demanda

Conclusão

Os sistemas de BI podem ajudar a analisar os dados, mas não oferecem automação completa do gerenciamento de categorias. Isso significa que os gerentes de categoria dependem de um trabalho manual complexo e muitas vezes impreciso, que pode consumir muito tempo e esforço.

A automação do gerenciamento de categorias é um novo nível de planejamento de mercadorias que permite que as empresas usem seu sortimento com mais eficiência, garantam dados de alta qualidade e atendam às necessidades dos clientes.

O BI ajuda os gerentes de categoria a analisar os dados e entender quais soluções podem beneficiar a empresa. O software de planejamento de mercadorias pode oferecer automação completa do gerenciamento de categorias, o que afeta diretamente o aumento das vendas e dos lucros. Além disso, esses sistemas são menos dependentes da qualidade dos dados, pois são treinados para corrigir e processar as informações antes do uso.

Ambas as abordagens têm benefícios e a melhor opção depende das necessidades específicas da empresa. Em alguns casos, é mais vantajoso usar os sistemas em conjunto para obter uma visão mais completa e maximizar a eficiência.

Mantenha-se informado - Inscreva-se em nosso boletim informativo!

Cadastre-se em nossa lista de e-mails para receber um resumo mensal de nossos recursos mais valiosos.